Peixes Ornamentais em Aquário

Limnobium laevigatum
Limnobium

 A Era de Aquários > Plantas de Aquário

Fotos & Comentários

Limnobium_laevigatum_1.jpg (17kb)
Fotografia: John Nakachima

Nome: Limnobium laevigatum
Cuidado CascalhoIluminação
Origem: América Tropical
Fácil Nenhum Média

Comentário

Pertencente à família das Hidrocaritáceas, a Limnobium laevigatum é uma planta nativa da área que se estende desde a América Central até a fronteira entre a parte tropical e subtropical da América do Sul, podendo ser encontrada mais raramente em áreas mais frias. Possui folhas robustas, arredondadas ou cordifoliadas e com um aspecto parecido com isopor, se vistas de baixo, pois são estruturadas de forma a conter ar, que as faz flutuar. Suas raízes são delicadas, longas, finas e cobertas por diminutos pêlos em quantidade e tamanho suficientes para deixar as raízes com um aspecto gelatinoso, quando retiradas da água, já que retêm líquido entre si.

Por sua beleza e tamanho pequeno-médio, uma ótima planta tanto para aquários, quanto para montagens externas como lagos. Em aquário, suas folhas alcançam tons de verde claro a verde folha e suas raízes proporcionam um belo efeito, sendo muito úteis, além da estética, para retirar nutrientes excessivos da água e proporcionar abrigo para peixes tímidos e/ou de superfície como agulhinhas, anabantídeos em geral, etc, não se arranjando, infelizmente, em formações densas o suficiente para proteger alevinos de potenciais predadores (lembrando que em aquários uma poda das raízes pode vir a ser necessária, pelo tamanho que as mesmas podem atingir). Ao ar livre e iluminação mais intensa, suas folhas alcançam um bonito padrão rajado com listras vinho-arroxeadas, resultando em um belo efeito decorativo, e suas pequenas flores, quando em quantidade, fazem de um carpete de Limnobium laevigatum na superfície de um corpo d’água um espetáculo à parte. O único cuidado que deve ser tomado é que não tome conta da superfície do local onde está, já que se reproduz eficaz e rapidamente por plantas adventícias.

Uma curiosidade é que em águas mais rasas suas raízes atingem o fundo, fixando a planta que, depois de um certo tempo, fica parecendo uma mini ninféia, com seus talos relativamente longos e pequenas folhas flutuantes ou fica parecida com uma pequena anúbia, lançando folhas para fora da água. É normal também, depois da planta se fixar, suas folhas mudarem e ficarem mais cordifoliadas, ao invés de tão arredondadas (dependendo do solo em questão). Apesar disso, a forma que se mostra mais comum é a flutuante.

Mesmo não sendo tão fácilmente encontradas em parques ou lojas quanto salvínias, lentilhas d’água, alfaces d’água e aguapés, são uma aquisição obrigatória para qualquer um que admire plantas flutuantes ou queira algo diferente em seu aquário ou lago.

Contribuído por Felipe Aoki Gonçalves
Comentário

Comprei 5 mudas de Limnobium e, com a ajuda de fertilizantes líquidos, depois de uns 5 meses estava cobrindo quase toda a superfície do meu aqua de 60 cm. É uma ótima opção para diminuir a intensidade da luz em certos pontos do aquário.

Contribuído por John Nakachima
Comentário

Esta planta é muito bonita e muito vistosa. Comprei 10 mudas para eu aqua de 92 litros. Não aconselho colocá-la com carpas pois as comem até quando adultas. Fora isso são plantas muito resistentes e fáceis de cuidar.

Contribuído por Isac Samuel da Silva

 Submeter um Comentário 

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!

                                       

oF <=> oC in <=> cm G <=> L