Peixes Ornamentais em Aquário

Trichopsis pumila
Tricopsis Pigmeu

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Tricopsis Pigmeu - Trichopsis pumila

Fotos & Comentários

sparkling2.jpg (8kb)
Fotografia: Shawna in CA

Nome: Trichopsis pumila
Origem: Vietnã, Tailândia, Sumatra

Comp Aqua pH Temp
3 cm 40 L 7.0 27°C

Comentário

Peixe muito tímido e dócil, adora viver em meio às plantas. Devido a esse comportamento ele é raramente visto no aquário. Tenho dois exemplares desta espécie que vivem no meio do musgo de java. São muito resistentes, os meus nunca apresentaram nenhum problema e já os tenho há um bom tempo. Para quem gosta de anabantídeos como eu é uma boa aquisição.

Contribuído por Daniel Corrêa
Comentário

Este peixe não é muito difícil de reproduzir mas, como muitos outros anabantídeos, o principal problema é alimentar os filhotes nos primeiros dias. Geralmente se recomenda usar microvermes. Existem outras duas espécies de Trichopsis muito relacionadas com o T. pumilus: T. vittata e T. schaleri. Este último muitas vezes é confundido com o T. pumilus. Estas três espécies são chamadas em inglês como Croaking Gouramies, pois fazem um barulho muito parecido com o canto dos sapos.

Contribuído por Juan Torres Moreira
Comentário

O Olho de Pérola é um peixe fabuloso, a quem apenas falta falar. Com um brilho pérola nos olhos e nas extremidades das barbatanas, muito intenso, destaca-se pela sua grande resistência aos vários tipos de água. Dotado de grande capacidade de camuflagem, este peixe consegue dobrar-se de uma forma incrível. Muito tímido, ainda que sociável, passa o tempo escondido entre as plantas e troncos escapando facilmente aos predaores. Não me parece que se consiga reproduzir em aquários. Escolhem uma zona do aquário de onde raramente se afastam. Sirvo um coquetel de comida aos meus peixes, pelo que se torna difícil saber se são ou não conmplicados de alimentar. Tenho 4 num aquário comunitário há já 2 anos, tendo até agora escapado a todos os predadores, contrariamente aos tetras que são sensivelmente do mesmo tamanho.

Contribuído por José Marcelino
Comentário

No meu aquário de um metro tenho 2 fêmeas e um macho, já reproduziram 2 vezes. A fêmea coloca os ovos junto a uma planta e o macho fecunda-os. Ao fim de 3 dias nascem cerca de 100 a 150 alevins. Estes são mesmo pequenos, em ambas as vezes acabaram por ser comidos visto que são parecidos com a artêmia viva e os guppys e barbos adoram comê-los.

Contribuído por Viana Manuel

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!




oF <=> oC in <=> cm G <=> L