Peixes Ornamentais em Aquário

Etroplus maculatus
Mexirica

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Mexirica - Etroplus maculatus

Fotos & Comentários

orange1.jpg (23kb)
Fotografia: Marcos Avila

Nome: Etroplus maculatus
Comp AquapHTemp
Origem: Índia, Sri Lanka
10 cm 100 L 8.0 25°C

Comentário

O Mexirica é uma variante artificial do ciclídeo selvagem Etroplus maculatus, da India, que é de cor pálida com listras e manchas negras (é o único gênero de ciclídeo asiático conhecido). Ele é originalmente de água salobra e aprecia a adição de um pouco de sal marinho à água.

Contribuído por Marcos Avila
Comentário

Possui uma cor muito viva, laranja. É muito pacífico, geralmente não incomoda ninguém. Dificilmente pode fazer mal a outro peixe, porém, pode ficar muito tímido e até se isolar quando conviver com espécies muito maiores que ele ou de peixes que adoram importuná-lo. Basicamente sua alimentação é de alimentos vivos e rações, pois não é exigente. A temperatura deve ser constante, pois esta espécie é sensível a Ictio e outras parasitoses. Devemos usar aquário de no mínimo 80 litros para que vivam bem. Não existe uma distinção exata entre os sexos. Este ciclídeo que se encontra na Índia, vive em águas salobras, o que nos faz pensar que irá reproduzir melhor adicionando um pouco de sal não iodado no aquário de reprodução. A fêmea desova cerca de 250 ovos em um buraco feito anteriormente pelos pais. Os pais cuidarão dos ovos, movimentando as nadadeiras para proteger dos fungos, porém, são péssimos em proteger sua desova. A eclosão deve ocorrer no 3o. dia após a desova. A livre natação dos alevinos ocorre após uma semana da postura.

Contribuído por Tiago Murgia
Comentário

O Mexirica é um dos peixes que eu mais gosto. Quando bem adaptado às condições do aquário seu colorido é realmente lindo! Os meus Mexiricas estão bem alaranjados e possuem umas manchas azuis logo abaixo dos olhos (na foto acima esta mancha aparece esbranquiçada). Eles são onívoros, isto é, comem tanto alimentos de origem animal como vegetal. Aliás, eles adoram se alimentar de Valisnéria; quem tiver Mexiricas no aquário tem pouca chance de manter esta planta. Para tentar suprir esta necessidade é aconselhável fornecer a estes peixes espinafre (os meus adoram), alface e até cenoura. Como todo ciclídeo, gostam de atormentar seus companheiros. Dos três Mexiricas que eu tinha, um deles era sempre acuado pelos outros. Um dia, sem explicação nenhuma, o maior deles apareceu morto pela manhã. Depois disso, os outros dois passaram a conviver melhor e aquele que era mais oprimido ganhou espaço dentro do aquário. Os parâmetros da água do meu aquário são: pH 7,5; temperatura entre 26-28°C; amônia, nitrato e nitrito zero; KH 3 e GH 5. É importante lembrar que estes peixes gostam de água "envelhecida" assim não é recomendável colocá-los em aquários novos.

Contribuído por Adriana Rímoli
Comentário

Reitero a observação da Adriana com relação à preferência dos Mexericas pelas Valisnérias. Mas na falta delas, alimenta-se também de outras plantas aquáticas (Aponogeton, Samambaia, Criptocorine). Tive um Mexerica em aquário asiático de 380 litros. Nele, já encontravam-se "instalados" Labeos Bicolor, Frenatus e Albino, além de Bótias. Quando adquiri um Beijador, observei que o Mexerica "colocava-o para correr", com uma frequência preocupante. Apesar de ser um peixe muito bonito, optei por permanecer com o Beijador e as plantas.

Contribuído por Solange
Comentário

Possuo dois Mexiricas no meu aquário onde vivem pacificamente com os outros peixes (Bala Shark, Colisa Cobalto, Neons, Molinésias, Dojo e Cascudo). São os que eu mais aprecio. Apresentam uma linda coloração semelhante à dos peixes marinhos. Apreciam (ou melhor, devoram) vegetais.

Contribuído por Adriano Kawasaki
Comentário

Possuo dois Mexericas. São peixes encantadores, de uma coloração amarela forte e muito brincalhões. Eu tenho um aquário comunitário e eles vivem muito bem junto com Neon, Borboletas etc. Só não vive bem com Dojôs, já tive duas experiências e nas duas os Mexericas stressaram e mataram os dois Dojôs. Alimento-os basicamente de Fast Color e artêmias, adoram devorar artêmias vivas. São o tipo do peixe que vistoria todos os cantos do áquario, vale apena criá-los.

Contribuído por (nome não fornecido)



 Páginas:  1  | 2 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L