Peixes Ornamentais em Aquário

Poecilia sphenops
Molinésia Preta

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Molinésia Preta - Poecilia sphenops

Fotos & Comentários

molly4.jpg (9kb)
Fotografia: Leo Maia
Comentário

São peixes lindos, com infinitas variedades de cor e forma. Na natureza, sua cor é verde-oliva com algumas manchas brancas, mas nunca encontrei um assim em uma loja. A mais próxima da natural é a preta, muito encontrada. Ainda existe nas variações prata, dálmata, tangerina, cauda de lira, balão (que possui o corpo menor e barrigudo) e muitas outras. Sua reprodução é facílima. Acontece sem querer. São resistentes e ativos. O problema é que são vulneráveis a fungos e bactérias, identificadas por manchas brancas. Nada que um bom bactericida não resolva. Eu tenho um casal de Molinésias na cor preta. Primeiro comprei a fêmea, de quase 10 cm. Ela estava sozinha e era muito violenta com o Espada e os Platys. Depois comprei o macho, de uns 5 cm, e não é que ela acalmou! O macho não pára de tentar copular com a fêmea, e acho que ela está grávida.

Contribuído por Eduardo Oliveira
Comentário

Já tive cerca de 40 Molinésias Lira, esses peixes são muito pacíficos e no meu caso estavam reproduzindo quase que semanalmente por causa da quantidade. Eles não tem nenhuma exigência quanto à alimentação, mas gostam muito de aquários decorados com plantas e pedras. Apesar de muitos livros e sites dizerem que eles alcançam o tamanho de 5 a 7 cm, já consegui exemplares com cerca de 11 cm (fêmeas) e 9 cm (machos). É um peixe muito “carinhoso”, após algum tempo ele perde a timidez e chega a ficar beliscando a mão do aquarista caso ele coloque-a dentro da água.

Contribuído por César Hiragi
Comentário

Molinésias são peixes dóceis e que conseguem viver pacificamente com outros peixes, porém o aquarista deve ter o cuidado de não colocá-lo com peixes agressivos. Quando bem cuidados, se tornam bem bonitos, e além de tudo é fácil obter sua reprodução, eu sempre consegui reproduzí-los. Atualmente tenho muitos filhotes de moli.

Contribuído por jose carlos
Comentário

Faltou uma informação bastante pertinente a Molinésias. Estes peixes, em princípio são originários de ambientes de águas salobras, o que lhes permite a adaptação para aquários marinhos. Testei esta informação no passado, através de duas formas: 1. transferência direta de água doce para marinha, obtendo como resultado a morte de aproximadamente 30% dos indíviduos; 2. transferência por adaptação a níveis crescentes de salinidade, obtendo como resultado, 0% de mortes. Assim, temos aí, mais uma boa opção para a manutenção desta espécie.

Comentário

Bom, a verdade é que, pelas inúmeras variações e combinações genéticas, esse peixe tem uma longa variação de humor. Há pouco comprei um para meu aqua comunitário, ocorreu que ele passou a perseguir os peixes menores e até comeu um Guppy calda em V, são muito ágeis então não recomendo com peixes mais lentos ou com grande cauda como Guppys e Bettas! Após a morte dos Guppys coloquei mais um no aqua, fêmea, e o humor era o oposto. Só ficava escondida no fundo do aqua, só saindo para comer, e nessa hora era uma guerra, parecia que perdia mais tempo correndo atrás do outros peixes do que da comida. Após pouco mais de um mês eles trocaram de humor, o que era calmo ficou agitado e vice-versa. Resultado: como queria colocar Guppys e um Betta no meu aqua, pois os considero bem mais bonitos, tirei os dois molinésias e o problema ficou resolvido, além do que eram grandes pra média dos outros peixes.

Contribuído por Rafael Castelo

Estas páginas contêm comentários suficientes para dar uma idéia básica no assunto. Comentários adicionais são muito bem vindos (pelo formulário de contato do site) desde que acrescentem algo novo e/ou avançado ainda não contido nos existentes.



 Páginas:  1  | 2  | 3 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L