Peixes Ornamentais em Aquário

Leptolebias minimus
Minimus Killifish

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Minimus Killifish - Leptolebias minimus

Fotos & Comentários

minimus1.jpg (20kb)
Fotografia: Francisco Moutinho

Nome: Leptolebias minimus
Comp AquapHTemp
Origem: Rio de Janeiro (Brasil)
4 cm 40 L 6.0 21°C

Comentário

Este peixe pertence a família dos Rivulidae que são os killifishes americanos. Originária de brejos temporários do estado do Rio de Janeiro, atinge o comprimento máximo de 6cm e gosta de água ácidas com dureza próxima ao zero. Em aquário possui um comportamento pacífico, as fêmeas ao contário dos machos são monocromáticas em tom vermelho claro. Sua reprodução não é difícil mas exige que o aquarista tenha experiência em reprodução de killis anuais.

Contribuído por Dalton Nielsen
Comentário

Possuo um casal de L. minimus e trata-se de um peixe pequeno e tranquilo de se manter. Para quem não tem experiência na manutenção de killis anuais e deseja criá-los, algumas dicas: prepare um aquário de uns 30 cm (não precisa ser maior que isso). Coloque como substrato fibra de côco moída (esse substrato pode ser encontrado facilmente em lojas de jardinagem e também no setor de jardinagem de grandes supermercados). Aproveite e ferva o substrato por pelo menos 15 minutos antes de utilizá-lo no aquário (isso faz com que o excesso de tanino seja removido e faz com que o substrato afunde no aquário). Coloque água sem cloro e, se possível, acrescente alguns microsoruns (samambaia de Java) ou mesmo musgo para proporcionar algum tipo de esconderijo aos peixes. Proporcione uma boa alimentação (de preferência comida viva como artêmia, microverme e tubifex), e após 15 dias a um mês poderá secar a turfa onde provavelmente terá vários ovos. O período de diapausa dos ovos (algo parecido com uma incubação) varia de 2 a 3 meses (a uma temperatura por volta dos 25°C).

Contribuído por Ricardo Rodrigues
Comentário

Essa espécie está na lista de espécies ameaçadas de extinção e não pode ser vendida nem coletada em campo. o nome científico atual é Notholebias minimus. Esse gênero inclui duas outras espécies também ameaçadas de extinção. Experiências bem sucedidas com a manutenção e reprodução desta espécie são muito importantes para a recuperação dela na natureza. Por favor, quem tiver informações importantes podem entrar em contato com o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais (em Pirassununga-SP). Se conhecerem algum lugar que comercialize esta espécie por favor denuncie para a Linha Verde: 0800-618080.

Contribuído por Leoncio Pedrosa Lima

 Submeter um Comentário 

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!

                                       

oF <=> oC in <=> cm G <=> L