Peixes Ornamentais em Aquário

Neolamprologus leleupi
Ciclídeo Limão

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Ciclídeo Limão - Neolamprologus leleupi

Fotos & Comentários

Neolamprologus_leleupi_3.jpg (16kb)
Fotografia: Owen Thistle

Nome: Neolamprologus leleupi
Comp AquapHTemp
Origem: Lago Tanganyika (África)
10 cm 100 L 8.1 27°C

Comentário

É um peixe agressivo com os da mesma espécie, por isso aconselha-se adquirir filhotes bem pequenos pois desta maneira diminui-se a agressividade. Durante o período de reprodução eles não toleram outros peixes ou outros casais no território. É aconselhado dar alimentos que realcem sua coloração amarela (caroteno).

Contribuído por Antonio
Comentário

É um dos ciclídeos do Lago Tanganyika mais mansos e comuns. Fácil de reproduzir, gosta de aquários grandes e de viver junto com outros ciclídeos, de preferência do mesmo lago. Existem populações de colorações diferentes, dependendo da região do lago que foram capturados, mas hoje em dia compramos peixes criados aqui mesmo no Brasil.

Contribuído por Marcos Yamada
Comentário

Os Leleupis são ciclídeos mais sociáveis, podendo viver em cardumes de 8 ou mais indivíduos. Por ser mais dócil, não deve ser mantido junto aos ciclídeos agressivos, como Pseudotropheus, Labeotropheus e Melanochromis. Aconselho mantê-los com Lamprologus e Neolamprologus, como os Daffodil e Brichardis. Um aspecto interessante é que os Lamprologus não incubam os ovos na boca, mas sim fixados em algum substrato. Por esse motivo, considero esses gêneros como de difícil reprodução em aquas. Aqui em João Pessoa - PB, é um ciclídeo muito raro e tive que adquirí-los em Natal - RN, com um amigo criador. A xantina e o caroteno são indispensáveis na alimentação do Leleupi, realçando seu amarelo.

Contribuído por Pablo Ricardo
Comentário

Ciclídeo extremamente dócil para os padrões da família. Só não gosta de ser importunado. Possuo um exemplar há quase um ano. Creio já ter atingido o tamanho adulto. O meu desenvolveu um tom laranja muito forte e a boca está ficando com um tom negro, como se tivesse passado batom em volta. Este peixe possui uma beleza comparada a belos peixes marinhos. Penso ser um peixe resistente, pois recentemente tive que fazer uma troca parcial um pouco mais brusca e não houve alteração no seu comportamento. Aceita com facilidade diversos tipos de ração e podemos adquirir exemplares jovens a um preço acessível.

Contribuído por Emilio Moura
Comentário

O ciclídeo limão (Neolamprologus leleupi) é um ciclídeo bastante dócil para com ciclídeos de outras espécies, mas em contra partida é também bastante agressivo com os da mesma espécie, principalmente os machos. Eles podem ter lutas até à morte, ou podem ficar com graves ferimentos. Isto dá-se com menos frequência, mas dá-se, com fêmeas e juvenis também. Já na época de acasalamento, a história modifica-se e passam a ser carinhosos uns com os outros (só neste período). Este ciclídeo é extremamente fácil de de se reproduzir se tiver as condições apropriadas: eles precisam de uma toca, de preferência um local apertado, como por exemplo uma concha. Em termos de alimentação, não são esquisitos, comem de tudo. São pouco exigentes em dimensões de aquário, já que não crechem muito, para ciclídeos. Apenas lhes ofereça bastantes tocas, pois é um peixe territorial.

Contribuído por Diogo Laneiro
Comentário

Eu reproduzo os N. leleupi em pH 8.2 e temperatura de 25°C. Não é aconselhável mantê-los a temperaturas superiores a 27°C pois isso vai provocar deformações de crescimento nos juvenis.

Contribuído por José Bentes
Comentário

O Neolamprologus leleupi é extremamente agressivo com os da mesma espécie e um extraordinário micro predador de alevinos e peixes menores, não aconselhável em aquários onde se busque reproduzir outras espécies. O Leleupi, como é mais conhecido, quando fica adulto muda do amarelo para o um tom de laranja muito vivo, semelhante a cor de peixes marinhos. Já a região da boca fica escura.

Contribuído por Marssel M.
Comentário

Pelo jeito vou ser o único a discordar que o Leleupi é um ciclideo calmo, como todos falaram. Tenho um exemplar no meu aquario de Tanganyikas e ele se mostra bastante agressivo, principalmente com os Leptosomas Kitumba, tenho sete Kitumbas e o Leleupi persegue com frequência os menores. Porém nao é agressivo com os dois Frontosas juvenis e com os dois Kitumbas adultos.

Contribuído por Fabio Apati

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!




oF <=> oC in <=> cm G <=> L