Peixes Ornamentais em Aquário

Colisa lalia
Colisa

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Colisa - Colisa lalia

Fotos & Comentários

lalia1.jpg (20kb)
Fotografia: Marcos Avila

Nome: Colisa lalia
Comp AquapHTemp
Origem: Bengal e Assam, Índia
6 cm 80 L 6.8 28°C

Comentário

As Colisas são ótimos peixes para iniciantes, já que são relativamente pacíficas, pouco exigentes, e por causa do pequeno tamanho (cerca de 5 cm), podem ser mantidas bem em aquários menores. Na linhagem original, o macho é muito colorido enquanto a fêmea é de coloração pálida. Mas algumas variantes já foram desenvolvidas em cativeiro, inclusive com fêmeas coloridas também.

Contribuído por Marcos Avila
Comentário

As Colisas Lalia (Colisa-anã, em Portugal) devem ser mantidas em casal e para evitar pequenas brigas entre machos, só deve colocar mais que um casal em aquários grandes. A sua reprodução não é difícil, requer um pouco de paciência e nem sempre se consegue à primeira. No entanto pode-se seguir as seguintes instruções: tanto o macho como a fêmea devem de ter perto de um ano, deve-se usar um pequeno aquário (~50cm de comprimento), com 15 a 20 cm de altura de água, DENSAMENTE plantado, com água envelhecida e um sistema de filtragem que não mexa muito com a água e principalmente não absorva o ninho construído. As condições da água devem de ser iguais ao do aquário original, no entanto deve-se aumentar a temperatura para cerca dos 29º ou 30º. Após a introdução do casal no aquário, alimentar com comida viva ou tubifex. O macho iniciará a construção do ninho de bolhas na superficie da agua, por esta razão deve-se ter em atenção o sistema de filtragem! Não vá este aspirar o ninho nem movê-lo com as correntes geradas. Após a verificação e aprovação do ninho por parte da fêmea, o macho obriga-a a libertar os pequenos ovos, enroscando-se totalmente na fêmea. Após a fecundação convém retirar a fêmea do aquário, pois o macho tornar-se-á bastante agressivo em defesa do ninho. Dentro de dois ou três dias as pequenos Colisas nascerão. Retirar o macho nessa altura. Os pequenos alevins poderão ser alimentados com alimentos próprios para alevins.

Contribuído por Sérgio Costa
Comentário

Tenho um casal de Colisa há aproximadamente 5 meses e foi um peixe que se adaptou muito bem em meu aquário. Além de sua beleza e simpatia, seu colorido é muito atraente. Acho muito legal aquelas "anteninhas" que ele tem abaixo do peito, com elas, ele toca em outros peixes de forma muito carinhosa.

Contribuído por Marcello Dias
Comentário

As Colisas Lalia são bastante tímidas e requerem "privacidade" para fazer ninho. Em uma ocasião tive um casal de Colisas em um aquário pequeno (30x20x15 cm) e não faziam ninho. O aquário tinha uma parede contra um muro e as outras 3 estavam à vista. Para tranquilizá-las, aderi a outra parede uma cartolina e eureka! As Colisas se sentiram mais tranquilas e fizeram o seu ninho.

Contribuído por Pedro Restrepo
Comentário

Além de ser lindo, é um peixe muito resistente. Devido a circunstâncias desconhecidas, um de meus lalias perdeu um olho. Quase um ano depois, ele foi o que mais cresceu dentre todos. E continua muito ativo!

Contribuído por Heber Lourenção
Comentário

Sempre achei as colisas muito bonitas, mas a minha experiência com elas não é muito boa. Comprei um casal, e logo o macho se mostrou um peixe extremamente agressivo, territorialista, não deixando nenhum outro peixe do aquário chegar perto dele, até quando eu colocava comida, ele ficava protegendo a comida e não deixava ninguém chegar perto para comer. Isso, independente de estar na época do acasalamento ou não (reproduziram 2 vezes no meu aquário). A fêmea, coitada, mal comia e vivia escondida dele. Conclusão: dei o macho para uma loja e fiquei com a fêmea, que logo assumiu o controle do aquário sendo territorialista também, mas de uma forma um pouco menos agressiva. Eu já a vi dando uma corrida nas corydoras, nos neons e nos borboletas que eu tenho. A minha paciência com ela também está se esgotando, e nunca mais pretendo ter tal peixe. Detalhe: meu aquário tem 100 litros, e não é superpovoado, tem bastante espaço para eles, e tem muitas plantas, ou seja, este comportamento não é por falta de espaço no aquário.

Contribuído por Conrado



 Páginas:  1  | 2  | 3 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L