Peixes Ornamentais em Aquário

Pelvicachromis pulcher
Kribensis

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Kribensis - Pelvicachromis pulcher

Fotos & Comentários

krib4.jpg (12kb)
Fotografia: Fabio Carminato
Comentário

Muito se diz, nas lojas, que a fêmea tem o ventre vermelho, e o macho não. Em outras, diz-se que os machos são os mais coloridos. Na verdade, o macho de Kribensis apresenta a nadadeira dorsal mais comprida do que a da fêmea, a qual apresenta, na mesma nadadeira, desenhos semelhantes a círculos. Além disso, a nadadeira caudal dos machos é mais pontiaguda (como se fosse um seta). Resolvi submeter esse comentário para tentar ajudar quem decidir comprar um casal de kribensis, que muitas vezes são encontrados sem cor nenhuma nas lojas. [N.E. - os círculos não são uma característica confiável para distinguir o sexo, já que alguns machos também os apresentam - Marcos]

Contribuído por Caio
Comentário

Realmente os kribensis são peixes fantásticos, de temperamento muito peculiar entre os ciclídeos africanos, uma vez que os kribensis são bastante dóceis e sociáveis. Adquiri um casal em fase de reprodução e em 4 dias já tinham reproduzido. Quando aclimatados ao aquário apresentam um colorido surpreendentemente exuberante. Recomendo dar nomes aos peixes e estabelecer uma relação com eles, assim como fiz nomeando minha fêmea com o nome de minha paixão (Aline).

Contribuído por Mayron Amaral
Comentário

Crio desses admiráveis peixinhos, são espantosos. Dão-se bem em todo o tipo de aquários, pois já os tive em aquarios de ciclídeos do lago Malawi, e num comunitário com lebiste, etc. Não fazem mal a nenhum outro peixe e ignoram-os, mas se se meterem com eles, ai! O primeiro casal que comprei demorou 2 dias a se formar o casal e a partir daí criam muitas ninhadas eu deixo eles criarem os filhos, pois são bons pais mas, se lhos tirar após o nascimento, põem passado 1 semana no máximo outra ninhada.

Contribuído por um visitante
Comentário

Para qualquer aquariofilista, com muita ou pouca experiência, constitui uma das espécies mais gratificantes em termos de reprodução. Possuo dois casais, um em casa e outro no clube do meu local de serviço, e procedem a posturas quase contínuas (logo que as crias atingem cerca de um centímetro, os pais desovam novamente). Quase todos os meus colegas têm levado algumas das crias para os seus aquários. Aconselho a quem pretenda ter esta espécie que coloque unicamente um casal adulto por aquário (ainda que este seja grande) uma vez que o casal dominante passa o tempo a perseguir todos os outros. Apesar disto não incomoda as outras espécies, mesmo quando guarda as crias, desde que estas não se aproximem do cardume. Algumas ninhadas chegam a atingir mais de cem crias.

Contribuído por um visitante
Comentário

O kribensis é um peixinho muito simpático e pacífico. Tenho apenas um em meio a mexericas, labeo bicolor, paulistinhas rodóstomos entre outros, mas Sumatras são péssimas companhia. O mais interessante é que este peixinho, segundo minha observação, fica mais colorido e feliz num pH = 7.0 e T=25°C.

Contribuído por Ubirajara Jr
Comentário

Sou um aquariofilista com apenas 14 anos de idade e sou um criador desta espécie magnífica. Acho que é a espécie mais pacífica que existe! A sua criação em aquários é bastante boa, e se o aquário tiver boas condições os criadores poderão ir longe! Cada fêmea pode pôr mais ou menos 200 ovos, e quando eclodir os pais os protegem os filhotes até terem tamanho suficiente para se defenderem sozinhos. Os kribensis só atacam quando os seus filhotes estão a ser atacados por outros peixes. Os kribensis é um óptimo exemplar para um principiante, é fácil de cuidar, tem uma alimentação variada, ou seja, não é esquisito no comer, a reprodução é relativamente fácil a comparar com os outros ciclídeos. Para um principiante que não consegue distinguir machos ou fêmeas, não há nada que enganar, pois o macho tem cores mais fortes, tem o corpo mais longo do que a fêmea, a barbatana caudal é em bico, por vezes chegam a ter a barriga vermelha e fortes tons de azul-turquesa nas barbatanas ventrais. O macho chega a atingir os 10 cm. A fêmea tem tons mais fracos mas é também muito bonita, mas menos que o macho, tem o corpo mais arredondado em comparação que o macho, também tem por vezes tons de cor de ameixa na barriga, e amarelo na cara, a fêmea chega a atingir 8 cm. O kribensis adora um aquário de 200 a 300 litros, com muitos esconderijos para se esconder ou depositar os ovos. Adora plantas e troncos, é um peixe que é um bocado tímido, mas também é fácil ver isso basta reparar na cor do kribensis que fica mais clara, pois isso significa estar com medo ou estar doente. Não aprecia águas muito alcalinas, o pH ideal para um kribensis é de 7, mas pode aguentar aos 8.5, isso até ajuda na reprodução, fica mais acelerada, mas isso pode ser fatal para o peixe, por isso não aconselho muito!

Contribuído por Carlos Lourenço
Comentário

Minha experiência discorda do colega Pablo Ricardo, quando ele não recomenda que se crie juntamente com poecilídeos, pois meu aquário de 300 L suportou bem esta mistura. Convivem bem com espadas e barrigudinhos, embora seu territorialismo se manifeste a cada momento de alimentação, podendo até respeitar os filhotes dos vivíparos, caso seu aquário esteja suficientemente bem plantado. Esta espécie é realmente belíssima e, quando ganhei 11 filhotes de meu cunhado, achei que estaria condenando meu aquário a uma única espécie. Agora restam 7 espécimens e todos são pacíficos, com exceção talvez dos maiores, que afugentam os menores na hora em que são alimentados. Para driblar o problema, costumo alimentá-los em áreas diferentes e alguns já me esperam nos locais apropriados. Uma comédia!

Contribuído por Alexandre Larsen
Comentário

Realmente o Kribensis é um peixe maravilhoso. Coloquei um macho em meu aquário comunitário a cerca de 15 dias. De cara já pegou uma cor muito bonita. Em relação a seu temperamento, ele é dócil com minhas coridoras, meus acarás bandeiras e meu labeo bicolor, mas percebi de uns 4 dias para cá, uma certa agressividade com minhas ramirezis e meus papilocromis, além de dar umas carreiras em um tetra preto que tenho. Mas nada grave, não chega a machucar ninguém. Só não pode ver nenhum dos peixes citados que onde ele esiver, acaba indo para cima.

Contribuído por Wagner Vieira

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!



 Páginas:  1  | 2  | 3 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L