Peixes Ornamentais em Aquário

Poecilia reticulata
Lebiste (Guppy)

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Lebiste (Guppy) - Poecilia reticulata

Fotos & Comentários

guppy1.jpg (13kb)
Fotografia: Guppies.com
Comentário

Há um ano atrás, minha mãe ganhou um casal de lebistes e colou dentro de uma caixa d'água de 500 litros onde ela cultiva plantas aquáticas como o lótus. Para minha surpresa, algumas semanas atrás, fui dar uma olhada na caixa d'água e ela estava cheia de lebistes de todos os tamanhos. Ela também colocou lá dois platis que eu havia dado à ela em um pequeno aquário. Estes também se reproduziram, hoje são mais de 20. Mas quando eu pus alguns lebistes que estavam na caixa d'água em meu aquário, eles não se adaptaram e quase morreram.

Contribuído por Julia Sugiuchi
Comentário

Seria interessante dizer também que os guppies são altamente resistentes a salinidades e, corretamente e lentamente adaptados, conseguem viver até em agua salgada! Tenho diversos filhotes sendo criados com doses sucessivas de sal marinho para aquários, e dentro de poucas semanas o aquário vai estar na mesma salinidade dos aquários marinhos.

Contribuído por Alexandre Strube
Comentário

Numa criação de guppies costumam nascer animais com características diferentes daquelas existente nos pais. A partir de um único exemplar distinto pode-se desenvolver uma nova variedade. Venho há muitos anos trabalhando geneticamente com guppies e consegui fixar, através de um único exemplar nascido no meu plantel, as variedades "cobra albino dourado" e "três-quarto azul dourado". Guppies são fantásticos. Criar guppies é uma terapia anti-estressante e faz muito bem à mente.

Contribuído por Wilson Vianna
Comentário

É importante ressaltar a variabilidade genética do Guppy. Isso é tão importante que há diversas linhagens no mundo fixadas, possibilitando, inclusive, diversos concursos através de exposições nos Estados Unidos, através da principal entidade - IFGA, na Europa e também no Brasil, promovido pelo Clube de Criadores de Guppy (CCG) ao qual sou associado. Criar Guppies é realmente espetacular, sobretudo através de seleção genética que possibilita explorar o potencial imenso desse peixe singular.

Contribuído por Charleston Chaves
Comentário

Eu há 3 anos ganhei um casal de Guppy. Com o passar dos anos foi crescendo a quantidade de peixes, então resolvi fazer um lago no meu jardim de 1,5 m por 2 m. Todos acharam que estava louco, mas minha experiência deu certo. Hoje tenho aproximadamente 100 peixinhos lindos com um habitat de dar gosto; eles vêm comer ma minha mão, passo horas observando eles, é uma terapia.

Contribuído por Joselber Pedroni Lemos
Comentário

Só para se ter uma idéia de como o Guppy tem uma grande resistência e é um grande reprodutor, eu acabo de verificar que, em um balde de aproximadamente 10 L que eu uso para criar mudas de plantas, acabo de ter uma ninhada de uns 15 alevinos. Isso por que eu separei 3 guppys que estavam sendo atacados pelos outros habitanes do meu aqua provisóriamente neste bade e estes não perderam tempo em procriar. Já estou providênciando um novo aqua de 50 L que eu pretendo utilizar só para criação de Guppys.

Contribuído por Leandro Terra
Comentário

No primeiro período de aulas o meu grupo de área de projecto decidiu falar de peixes e montamos um aquário na sala de aula. Era pequeno, de quinze litros. Metemos lá um casal de guppies, um azul muito giro e uma laranja. Passados três dias ela estava grávida e algum tempo depois metemos-a numa maternidade. Ela pariu cinco dias depois que calhou a um fim de semana. Quando lá chegamos víamos muitos alevinos a nadar e a fugir pelos buracos da maternidade que eram demasiado grandes. O macho cá fora comeu muitos e só conseguimos salvar quinze. Para evitar que mais fossem comidos, nós metemos o casal na maternidade e os alevinos cá fora. Hoje eles são crescidos e parecidos com os pais. Foi uma grande experiência. Resolvi comprar um aquário e fazer criação dos mesmos. Aconselho a todos, é uma grande alegria ver os alevinos crescerem e desenvolverem-se.

Contribuído por Diogo Pratas
Comentário

Tenho um aquário de 30 L com três Lebistes adultos, um macho e duas fêmeas. Das duas fêmeas nasceram 18 alevinos. Coloquei-os num mini-aqua e após uns 35 dias eu coloquei-os de volta no aqua de 30 L com os adultos, se dão superbem. Um peixe muito calmo e com cores que atraem qualquer espectador a apreciá-los.

Contribuído por Daniel Campero

Estas páginas contêm comentários suficientes para dar uma idéia básica no assunto. Comentários adicionais são muito bem vindos (pelo formulário de contato do site) desde que acrescentem algo novo e/ou avançado ainda não contido nos existentes.



 Páginas:  1  | 2  | 3  | 4 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L