Peixes Ornamentais em Aquário

Tropheus duboisi
Duboisi

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Duboisi - Tropheus duboisi

Fotos & Comentários

duboisi1.jpg (16kb) duboisi2.jpg (13kb)
Fotografia: Cesar Arantes

Nome: Tropheus duboisi
Comp AquapHTemp
Origem: Lago Tanganyika (África)
9 cm 200 L 8.0 27°C

Comentário

Sua beleza é diretamente proporcional ao seu preço: é um peixe para os poucos que podem dispensar mais de R$ 130,00 por um bom espécime. Certa vez adquiri 4 pequenos duboisi (2 cm), com um criador de Olinda - PE (por uma bagatela, lógico). São ciclídeos territorialistas, ágeis e, apesar de seu aspecto robusto, são frágeis, não resisitindo a trocas parciais de água, superiores a 50% do volume total do aqua. Também possuem uma dieta restrita: alimentam-se quase exclusivamente de spirulina e pequenos invertebrados, portanto desaconselho a criação por iniciantes. Quanto mais adaptados ao habitat, mais reluzentes ficam suas pintas brancas. Na verdade, Tropheus duboisi são apenas aqueles com pintas brancas. A foto acima, onde consta um ciclídeo com faixa amarela do dorso ao ventre, é um tropheus moori, espécie do gênero tropheus. [N.E.: o duboisi perdi as pintas e ganha a faixa amarela ao passar de juvenil para adulto - MA]

Contribuído por Pablo Ricardo
Comentário

Uma espécie muito linda. Tenho um que contradiz tudo o que já ouvi falar. Primeiro, pode ser criado com outras espécies e não só com Tropheus. Eu tenho Lamprologus, entre vários outros. O que se deve fazer é criá-lo junto com outras espécies desde filhote, assim haverá menor chance de dar problemas. Segundo, se alimenta com qualquer ração, ao contrário do que muitos dizem. Basta ter uma alimentaçao balanceada com Spirulina, Tetra Ciclídeos, Tetra Marine, entre outras. O meu adora as artêmias que dou uma vez por semana. O que realmente importa para a criação deste peixe, é o cuidado com a água.

Contribuído por Rene Rocha Neto
Comentário

Tenho um Duboisi há quase oito anos. Quando filhote apresentava as pintas brancas espalhadas pelo corpo. Conforme se desenvolveu, as pintas foram se juntando, e aos poucos formaram uma listra em seu corpo, na cor branca. É um peixe bem agressivo, tanto que dizimou os outros companheiros de aquário. Costuma revirar o substrato do aquário, fazendo tocas para se esconder. Só come os tipos de ração que bóiam.

Contribuído por Rodrigo Feitosa Nagamine
Comentário

Gostaria de passar a experiência que tive com tropheus. São herbívoros comedores de algas, na natureza passam o dia todo pastando algas que crescem sobre as pedras do fundo do lago Tanganyika. Possuem o intestino bem fino e alongado, o que dificulta a digestão de proteína e devem ser alimentados somente com ração a base vegetal (spirulina). São peixes que preferem viver em colônias de mais de 8 exemplares. Não misture as espécies de tropheus, se for mantê-los tenha somente uma espécie, pois podem ocorrer hibridizações indesejáveis. O volume mínimo do aquário para manutenção de uma pequena colônia é de 200 L, com pelo menos 1 metro de frente. A troca parcial de água do aquário pode ser feita em até mais de 50% de seu volume bruto, desde que a água nova a ser introduzida não seja muito diferente em parâmetros (pH, GH e temperatura) da água que está no aquário.

Contribuído por Marssel M.

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!




oF <=> oC in <=> cm G <=> L