Peixes Ornamentais em Aquário

Cichlasoma octofasciatum
Dempsey Azul

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Dempsey Azul - Cichlasoma octofasciatum

Fotos & Comentários

dempsey5.jpg (41kb)
Fotografia: Marcos Avila
Comentário

O Dempsey Azul que vive sob meus cuidados completou 5 anos em janeiro de 2007. Estava na época montando uma farmácia de manipulação em Diadema-SP, já era aquarista há anos, e procurava um gancho comercial de identificação imediata desde a sua inauguração. Era minha segunda loja e eu não podia errar. Queria gerar um ponto curioso na loja. Precisava ser algo ligado a química, biologia e a escolha foi um aqua de 400 litros com espécies extremamente resistentes: os ciclídeos.

Na época, este tipo de aqua não era muito divulgado e as espécies eram lombardoi, zebra, auratus, etc. Resolvi escolher a dedo os animais que fariam parte da festa. Levei um papagaio púrpura e um baiacu dourado que vivia em casa, um Green Terror fantástico negociado com um amigo, dois frontosas machos e um calvo que arrematei de um lojista, mas... faltava alguma coisa. Procurei muito e foi num shopping em São Paulo que encontrei este animal tão valioso para mim. Separado da bateria havia um aqua de uns 200 litros com um peixe minúsculo, troncudo, branco manchado de azul e preto. Exótico demais para a época, se poucos conheciam ciclídeos, Dempsey azul então... (só fui ver outro Dempsey azul um, dois anos depois). O preço para um animal tão pequeno e suscetível a doenças era exorbitante, mas ele era perfeito demais para curiosos que conheciam ou não aquarísmo.

O Blues, como é conhecido hoje, mesmo cercado por belos animais destacou-se. Nem o vermelho intenso do Púrpura deu menos brilho a ele, nem a sociabilidade do Green fez com que não fosse reparado. Os clientes adoraram a idéia, a classe médica, as crianças que passeiam pela praça. Os velhos, os sujos, os esnobes e bêbados. É a farmácia do aquário, não tem como errar.

Depois desta experiência, em cada unidade montamos um aqua próximo à porta. O de Diadema é o mais pacífico (não entendo por que dizem que ciclídeos sâo agressivos). Hoje lá, o Blues e seus companheiros não nadam, desfilam vaidosos sob os olhares atentos da cidade. Ele escureceu, ganhou corpo, come de tudo, é ativo, adora beliscar o vidro quando alguém encosta, tem nadadeiras laterais pouco desenvolvida, mas vastas barbatanas e cauda. Tem nome: Blues. Não é meu, nem de ninguém, vive conosco, é querido e é feliz.

Contribuído por Samuel Fenerich
Comentário

Possuía uma fêmea de Jack Dempsey por 2 anos e resolvi vendê-la. Como gostei muito do comportamento desta espécie, resolvi adquirir um Jack Dempsey comum, sem saber se era fêmea ou macho. Após alguns meses adquiri um Dempsey Azul macho. Os dois convivem em um aquário de ciclídeos e há duas semanas percebi que os dois nadavam sempre juntos, observando o aquário constatei que em uma das rochas haviam ovos que confundiam-se com a coloração da mesma. Retirei a rocha e coloquei-a em outro aquário, porém não deixei a bomba ligada para aerar, perdendo uma centena de ovos. Com muito sacrifício consegui salvar apenas dezenove alevinos que no momento já nadam no aquário.

Contribuído por Claudio Flores
Comentário

Tenho um Jack Dempsey Neon Blue, ele é um peixe muito lindo, apesar do meu exemplar em especial ser muito medroso. Ele convive com peixes pequenos do tipo peixe-vidro, pequenos ciclídeos, tetras, em um aquário plantado. Fico impressionado e me perguntando como ele não comeu os peixes pequenos do aqua, não sei o porque mas ele é medroso demais. Tem uns 14-15 cm, possuo esse exemplar há uns 2 anos, peguei ele meio grande já. Vive entocado no meio das plantas, dificilmente sai, somente para comer, mas apesar de tudo é um lindo animal!

Contribuído por Raphael Nassr
Comentário

Peixe fantástico! Muito bonito e chega a alcançar tamanho considerável. O meu tem 20 cm e ainda está crescendo. Ao contrário do que dizem, o meu não é peixe comunitário. Ele pode até ser menos agressivo que peixes com salvini, managuense, green terror, mas é bem aggressivo se comparado aos comunitários. O meu tem uma lista de óbito que passa de 10, contando apenas os que morreram por agressividade, fora os que foram jantados. Se tiver espaço e peixes compatíveis, vale a pena ter. Eu já reparei que existem dois tipos de dempsey azul. Um tem a cabeça parecida com o jack comum, cresce mais, é mais agressivo e possui a padronagem de manchas com mais preto. São mais resistentes. Talvez pela maior semelhança com o jack comum. O outro tem a cabeça diferente, bem diferente do jack comum, fazendo tipo um bico, com a testa afundada. Esse jack cresce menos, é mais pacífico e posssui menos preto no corpo e cabeça. Estes são menos valorizados pelos criadores pois apresentam problemas digestivos e de visão quando jovens. Eu conversei com vários criadores em sites internacionais e só quem os cria há muito tempo percebe a diferença. De qualquer maneira, é difícil um JD azul nascer feio. A padronagem muda muito também com o passar dos anos. O meu era bem diferente há dois anos atrás...

Contribuído por Vinícius Fernandes
Comentário

Blue Dempsey Adquiri este belíssimo peixe em setembro de 2007, para fazer companhia às minhas três fêmeas de Acará do Congo (Archocentrus nigrofasciatus). Imaginei que poderiam ocorrer muitas brigas, pois o aquário é relativamente pequeno (90 litros), mas desde então o aquário está na maior paz! Ele se mostrou ser um peixe bem inofensivo, na maioria das vezes covardão, perto das minhas monstrinhas. Cada um tem seu território, sua toca, e os defende, mas nunca passa de um encontrão. A única hora na qual ele vira um brutamontes, é na da comida. Devora tudo em segundos, empurrando todos para longe da bóia. Mas há uma ressalva: embora pareça manso, não deixa de ser um ciclídeo robusto que trucidaria peixinhos tranqüilos, como apareceu com outros que comentaram.

O laranja e branco delas contrasta perfeitamente com o azul iridiscente do Dempsey, simplesmente não há fotos que fazem jus à sua coloração, que vai do amarelo, ao azul profundo, com predominância do turquesa. A linha vermelha da barbatana dorsal, e algumas manchas vermelhas no dorso são um charme a mais. Além de identificá-lo o como macho. O meu deve estar na fase da aborrescência, ainda possui manchas pretas típicas de um juvenil, mas está ficando mais azul com o tempo. O seu crescimento é notável, em quatro meses ele passou de 5 cm a 9 cm, e continua crescendo. Ele sem dúvida se torna o centro das atenções em qualquer aquário!

Contribuído por Chantal Wagner Kornin
Comentário

Comprei meu Jack há 3 anos bem pequeno com 5 cm, como em meu aquário de ciclídeos habitavam peixes que provavelmente iam comê-lo pelo tamanho, eu decidi o colocar provisoriamente em meu aquário comunitário até que ele crescesse para fazer companhia aos seus amigos ciclídeos jumbo. Mostrou-se muito voraz e não dava chance a nenhum peixe na hora da alimentação, por isso seu crescimento era surpreendente, comia na minha mão. Mas de uma hora para outra seu temperamento mudou drasticamente...ele ficou tímido e não saía de um esconderijo em um canto do aquário, ficou quase 2 semanas sem comer NADA e me deixou muito desesperado. Consegui reestabelecer sua alimentação fazendo uma bolinha de carne moída com color bits, mas mesmo assim até hoje tenho que enfiar a mão dentro do aquário e colocar a bolinha bem na sua frente para que ele coma. Eu não sei o que pode ter acontecido, mas ele nunca mais foi o mesmo. No entanto é o peixe mais belo para ornamentar qualquer aquário, em meus 13 anos de aquarismo decidi que sempre terei um Jack Dempsey Azul. Não existe ciclídeo mais lindo. Obs. ele tem 17 cm e ainda vive com meus matogrossos, rodostomos, um cascudo tigre, um cascudo panaquê entre outros peixes pequenos como neons. E não incomoda ninguém.

Contribuído por Glauber Sbrana

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!



 Páginas:  1  | 2 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L