Peixes Ornamentais em Aquário

Betta splendens
Peixe de Briga

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Peixe de Briga - Betta splendens

Fotos & Comentários

Betta_splendens_31.jpg (19kb)
Fotografia: Guido
Comentário

Possuo três Bettas, sendo dois com a nadadeira caudal em véu e um em delta. O primeiro foi adquirido há 4 mêses, o segundo há 3 e o último faz um mês. São peixes incríveis quanto ao comportamento e muito bonitos. Mantenho dois deles em aquários de 5 L e o outro num aquário de 10 L. Uso cascalho de rio como substrato e plantas artificiais para decorar os aquários. Faço trocas parciais de água (20%) uma vez por semana, tendo o cuidado de sifonar o fundo e usar um bom condicionador. O pH procuro manter em torno de 6,8-7,2, e como a água de minha casa às vezes costuma estar ácida, faço correções com alcalinizante antes de introduzí-la nos aquários. Uso aquecedores de 1 W nos períodos de frio, e devido à potência dos mesmos não preciso me preocupar muito com uma elevação excessiva da temperatura da água. A alimentação consiste em ração em flocos específica da Tetra e Bloodworms. Eles não aceitaram muito berm artêmias congeladas. Quando dois deles tiveram íctio (antes do uso dos aquecedores!), realizei o tratamento com medicamentos específicos e logo eles ficaram bons. Enfim, os meus Bettas estão muito bem e são uma ótima espécie para os iniciantes na aquariofilia. E devemos sempre nos lembrar que em aquariofilia informação sempre é bem-vinda!

Contribuído por Daniel T. Zatta
Comentário

Eu estava passeando pelo shopping e me deparei com lindos peixinhos mantidos em pequenos aquários. Interessado, entrei para observá-los. Acabei comprando um betta véu preto com nadadeiras laranjas e com pequenas tonalidades azuis e verdes. Descobri que um colega havia comprado uma fêmea azul daí decidimos reproduzí-los. Como não tínhamos muita experiência, fizemos a experiência numa pequena betteira de 2 litros. Foi um desastre! Daí, curioso para saber o que deu de errado, comecei a pesquisar mais sobre essa espécie de anabantídeo e fui adquirindo mais experiência. Na segunda tentativa de reprodução foi num isopor de quase 1 metro, mas infelizmente não obtive nenhum filhote. Mesmo com experiências não muito agradáveis não desisti. Comprei um aquário de 30 L. Resolvi que apenas tentar não seria o bastante e que devia fazer mais pesquisa. Foi aí que descobri como deveria ser a água, o pH, a temperatura, etc...

Depois eu descobri que os bettas halfmoon eram os mais procurados. Consegui achar um adulto em uma loja de aquários - um betta halfmoon royal - e decidi fazer minha última tentativa. Eu fiz tudo certinho: água desclorada, pH em torno de 6.8-7.0, temperatura 27°C e fiz um sistema de gotejamento. Peguei uma garrafa de 30 L e enchi com água descansada por uns 3 dias, daí montei um sistema com mangueirinhas sinfonando a água da garrafa para o aquário em pequenas gotas. A água estava sendo renovada e ao mesmo tempo oxigenando-a. Consegui crescer 7 filhotes, 4 fêmeas e 3 machos, 1 super delta e 2 halfmoon. Fiquei muito feliz. Eu fiquei com uma fêmea e 1 macho halfmoon, os outros eu vendi a uma loja que gostou dos peixes e disse que sempre que eu tiver filhotes ela estava interessada em comprá-los. O meu halfmoon que obtive pela reprodução está mantido num aquário de 30 L. No fundo tem um tapete bem lindo de musgo de Java, um tronco que foi coberto pelo musgo e uma pedra lisa, onde ele dorme todos os dias. Ele vai completar 6 anos em 2006. Esses peixes são muito resistentes, bonitos e fáceis de criar.

Contribuído por Anisio Junior
Comentário

Tenho um betta azul há apenas 6 meses, e o crio num aquário de 22 litros ultra plantado, com cabombas, musgo de Java, pinheirinhos, rabos de raposa, fetos de Java. Fico impressionado com a sua sociabilidade comigo, ele me reconhece de longe, e quando abro a tampa do aquário para alimentá-lo, ele avança como se fosse pular por inteiro na minha mão, às vezes até ficando com parte do seu corpo entre meus dedos. Faço trocas de 35% da água duas vezes por semana. Nunca medi a quantidade de amônia do aquário, mas ele sempre foi uma espécie de depósito de plantas que eu aparava de outros aquários que tenho. A quantidade de decomposição orgânica sempre foi muito grande, mas depois que coloquei o betta ali, passei a me preocupar. Talvez deveria fazer ainda mais trocas de água, betta é resistente mas não devemos abusar.

Contribuído por Caio Meinwelt

Estas páginas contêm comentários suficientes para dar uma idéia básica no assunto. Comentários adicionais são muito bem vindos (pelo formulário de contato do site) desde que acrescentem algo novo e/ou avançado ainda não contido nos existentes.



 Páginas:  1  | 2  | 3  | 4  | 5  | 6  | 7  | 8 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L