Peixes Ornamentais em Aquário

Betta splendens
Peixe de Briga

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Peixe de Briga - Betta splendens

Fotos & Comentários

Betta_splendens_26.jpg (18kb)
Betta 'Plakat'
Fotografia: Dusko Bojic
Comentário

Eu tive um Betta macho (vermelho e lindo) durante dois anos. Era muito ativo e parecia estar muito bem ambientado, já que suas cores eram bem vivas. Não aconselho a colocação de um macho e uma fêmea no mesmo aquário. Isso somente deve ser feito quando o macho estiver fazendo o "ninho de bolhas" (esse ninho fica junto às paredes do aquário ou na superfície). Após o acasalamento, os dois devem ser passados cada um para um aquário diferente, para que o macho não ataque ou até mate a fêmea, já que os machos são muito agressivos. Já as fêmeas podem ficar em aquários comunitários sem problemas. O macho pode ser alimentado com ração especial para Bettas. Ah! Os alevinos (filhotes) podem ser alimentados com ração para Bettas esmigalhada por você mesmo(a) (nas suas mãos), até formar flocos bem pequenininhos. Os Bettas não têm muita preferência quanto ao pH, dureza ou temperatura da água, o que torna sua manutenção muito fácil, e os peixes assim, podendo viver por alguns anos como o meu.

Contribuído por Ricardo Fernandes
Comentário

Tenho um Betta Azul "Jack Shan", ele vive sempre muito bem humorado e está completando um ano. Mantenho em um aquário de 5 litros com bastante pedras e cavernas. O que acho mais engaçado é o fato dele dormir escancaradamente em cima de uma pedra. Um dia deste ele ficou preso entre elas. Ufa, foi por pouco.

Contribuído por Ricardo Fernandes
Comentário

Eu possuo um betta macho vermelho com as extremidades transparentes. Ele é um pouco agressivo e sempre que eu tento colocar ele no meu aquário comunitário de 30 L com dojos e lebistes, ele os ataca, por isso ele fica em uma beteira de 1 L. Possuo também uma fêmea azul com vermelho. Ela vivia nesse aquário comunitário até eu colocar os lebistes e ela os atacar, por isso atualmente ela está em uma beteira de 1 L também, mas estou providênciando um aquário de 50 L para colocar a fêmea que não era agressiva com os dojos e futuramente tentarei ambientar o macho também, que merece um espaço decente e nãom uma beteira.

Contribuído por Lélia Machado
Comentário

Tenho 4 bettas machos, em beteiras individuais: dois butterfly, um crowntail e um com cauda em véu. Como as pessoas, cada um tem uma personalidade: o butterfly Bruce (vermelho, verde e branco) é o mais agressivo, e algumas vezes tenta comer a comida no nosso dedo quando vamos alimentá-lo, mas raramente nos dá trabalho. O butterfly Tristan (azul marinho, preto e branco) é muito agitado (o que pode ser facilmente confundido com agressividade). Ele presta atenção em tudo, e quando alguém de casa passa perto do aquário dele, começa a pedir comida. O crown Gallahad é o mais novinho e o mais amistoso, sempre passeando pelo aquário para se mostrar para as visitas. O Gil (Azul marinho e dourado) foi meu primeiro betta está com quase dois anos; logo que chegou era muito agressivo, provavelmente por maus tratos antes de ir pra casa. Quando qualquer pessoa passava perto do aquário dele ele começava a atacar o vidro, mas com carinho e paciência contornamos este problema, e hoje ele é o mais tranquilo dos quatro. Concordo com os comentários sobre manter os bettas em vidros de maionese sem pedras ou plantas, é um crime. Se você deseja ter algo bonito para enfeitar sua casa, mas não quer ter trabalho, compre um quadro, todo ser vivo tem direito a ser respeitado, principalmente porque quando os mantemos em cativeiro, eles não tem escolha, dependem de nós. É nosso dever cuidar bem dos nossos peixes, agressivos ou não, pois tudo que eles recebem, devolvem. Nunca vi um animal bem tratado e respeitado dar problemas.

Contribuído por Gabriela Alves
Comentário

Possuo quatro bettas com variações distintas: um super delta roxo, um mármore laranja e preto, um crowntail turquesa e um albino. Sem dúvida, aprecio mais o crowntail devido ao fato de ser muito ativo e possuir nadadeiras de acordo com os padrões estabelecidos pela IBC. Ele vive em um aquário de 3 litros, lâmpada de 7 W e musgo de Java como única decoração. O roxo é meu xodó. Tem um ano e cinco meses e vive num aquário de 4,5 litros. Sempre que me aproximo do aquário ele dá pequenos saltos pedindo comida. O mármore ainda é bem jovem, possui 4 meses. Não é muito ativo, mas é um exemplar raro devido à sua coloração laranja e preta. O albino foi comprado nesta semana, portanto não tenho nada a dizer. Só ouvi dizer, no momento da compra, que é um exemplar mais suscetível a doenças.

Contribuído por Leonardo Alves
Comentário

Há uma diferença entre peixe agressivo e territorialista: o betta é territorialista, vive sozinho. Eu tive uma oportunidade de ver dois bettas machos brigando, primeiro foi bonito, os dois bettas se abriram um colado no outro, mas depois...só pra quem gosta de uma violencia. A reprodução desse peixe é fácil, eu faço assim:
- primeiro bote o macho em um aquário de 20 litros, e uma fêmea num pote de 2 litros. Bote junto com o aquário do macho, para que ele possa ver ela, mas ela tem que estar com o ventre recaído!
- espere 48 horas, se ele tiver feito as bolinhas coloque a fêmea junto.
- ele irá começar uma persegição sobre ela, com intuição para levá-la ao ninho de bolhas.
- ela irá se entregar ao macho e aí ele fecundará os ovos com o abraço. Depois disso retire a fêmea.
- ele irá cuidar dos ovos e dos alevinos até conseguirem nadar livremente. Aí retire-o.
Eu consegui fazer essa reprodução, até que os alevinos nasceram, e aí morreu tudo, um por um. Os betas são peixes bonitos, e que chegam a reconhecer o dono!

Contribuído por Fabricio Sampaio



 Páginas:  1  | 2  | 3  | 4  | 5  | 6  | 7  | 8 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L