Peixes Ornamentais em Aquário

Melanochromis auratus
Auratus

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Auratus - Melanochromis auratus

Fotos & Comentários

Melanochromis_auratus_3.jpg (16kb)
Photo Credit: Alexandra Ellwood
Comentário

Ô peixinho briguento! O Auratus é uma fera, tanto com os de sua espécie, quanto com outras, inclusive maiores que ele. É um ciclídeo agressivo, territorialista, com o hábito de se alimentar entre o meio e o fundo do aquário, por isso uso grânulos que afundam mais rapidamente. O macho, quando adulto, fica com o corpo escurecido, preto mesmo, e uma faixa prateada na horizontal, que corta todo seu corpo. A fêmea permanece com a barriga amarelada, mas mais escuro que quando juvenil. São peixes que comem muito, infrene. Tenho 1 macho e três fêmeas em um aquário de 250 L. Aparentemente vivem bem, juntos com socolofis, elongatus, zebras, trewavasaes e fuellebornis.

Contribuído por Pablo Ricardo
Comentário

Tenho um lindo macho negro com listra amarela em meu aquário entre outros ciclídeos. Não concordo com os comentários que o tratam como se fosse o "terror dos aquários". O meu vive correndo atrás dos outros, mas não chegam a ser trágicas estas perseguições. Ele é até engraçado quando fica igual a um sentinela, para lá e para cá, em uma laje de pedra que tem em meu aquário, tomando conta do lugar.

Contribuído por Dirlene de Amorim
Comentário

O auratus e um peixe muito briguento. O meu tem apenas 3 cm e encara qualquer peixe do aquário, inclusive um zebra de 10 cm. Ninguém se aproxima da sua modesta toquinha. Aqueles que ousam, saem com o rabo entre as pernas.

Contribuído por Eduardo da Silva
Comentário

Tenho dois desses peixinhos lindos e eles vivem muito bem no meu aquário de ciclídeos africanos, juntamente com outros tais como Labiochromis caeruleus, Haplochromis ahli, Haplochromis venustus. É engraçado assistir quando eles andam durante muito tempo às voltas um sobre o outro, mas sem serem agressivos. Até ao momento não tive qualquer problema.

Contribuído por João Lobato
Comentário

Possuo em meu aquário 5 fêmeas e um macho dominante. O grande segredo é montar haréns de fêmeas para não ocorrer problemas, assim como todos os ciclídeos africanos. O Auratus é uma espécie muito bonita, porêm não aceita ser incomodado no seu território. É um peixe que não deve faltar no seu aquário de ciclídeos africanos!

Contribuído por Tiago Dumont
Comentário

O M. Auratus é o que é...um peixe cheio de personalidade e vitalidade, isso é o que mais aprecio nele. Tenho um macho adulto que me matou diversos outros peixes, até da própia especie, mas consegui colocar um grupo de 3 fêmeas junto dele num aqua de 100 L com muita rocha, e o resultado foram duas ninhadas em simultâneo (perdoei o que me fez aos outros pobres seres que matou!).

Contribuído por José Marques
Comentário

Ambos os sexos apresentam colorações com padrões idênticos, variando apenas no preto azulado do macho e no amarelo da fêmea, ambas misturadas com o branco com várias bandas longitudinais (mais marcado no macho dominante ou em acasalamento). Como a maioria dos Mbunas, apresentam uma intensa agressividade intraespécie e só deverá ser mantido um macho no aquário. Deve ser evitada a mistura com outros membros do gênero Melanochromis devido às visíveis semelhanças entre machos, que se vêem como potencial ameaça e potencial agressividade, bem como do risco de hibridização. Também não devem ser mantidos com Mbunas menos agressivos, pois podem ser muito agressivos para os mesmos

Contribuído por Eduardo Marques
Comentário

Tenho um casal de auratus adultos, e mais 28 auratus de 5 cm e o meu auratus não faz mal a nenhum dos peixes que tenho no meu aquário de 1500 litros. Tenho peixes de 1 cm, e até uma zebrinha (tilapia) de 20 cm, e dão-se todos bem. Neste momento estou com 100 peixes no meu aquário e tem corrido tudo bem. O meu auratus até é um dos menos agressivos. É um peixe muito bonito, agora é preciso ter em conta o tamanho do aquário onde são colocados. Qualquer ciclídeo agressivo se estiver num aquário pequeno, sem dúvidas que eles matarão por causa do território.

Contribuído por Paula Rosas

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!



 Páginas:  1  | 2 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L