Peixes Ornamentais em Aquário

Atya gabonensis
Camarão Negro, Lagostim Filtrador Africano

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Camarão Negro - Atya gabonensis

Fotos & Comentários

atyopsis1.jpg (20kb)
Fotografia: Willian Marques

Nome: Atya gabonensis
Comp AquapHTemp
Origem: África & América do Sul
15 cm 60 L 7.0 24°C

Comentário

Tenho dois destes em meu aquário, são pacíficos e bonitos. Não atacam peixes.

Contribuído por Willian Marques
Comentário

Comprei um exemplar de uns 9,5 cm hà um mês. De início ele era muito tímido e assustava-se facilmente. Agora ele parece estar mais à vontade mas continua um pouco assustado. Em suas corridas ele costuma arrancar plantas do fundo e remexer pedras. É um animal muito interessante: ao assumir sua posição para filtrar a água ele apóia-se sobre suas patas e parece crescer. Gosta de 'apalpar' o ambiente com seus longos bigodes. Possíveis esconderijos são apreciados, mas tenha em vista o tamanho final do animal antes de construir uma caverna para ele. O meu se encontra em um aqua com 9 guppies, 1 molinésia latipina e 2 fêmeas de betta. Acredito que ele possa viver melhor assim, já tive notícias de um espécime que raramente era visto porque estava em um aqua com peixes maiores. O meu é bem mais escuro que o da foto, o que me faz pensar se ele já teria variações em sua coloração, ou se seria apenas diferenciação sexual ou de adaptação. Eu sei que existe uma diferença entre macho e fêmea nas patas anteriores do animal, mas não sei qual é. O aqua onde ele está tem pH 7.0 e temperatura em torno de 26°C, tem também um filtro penguin 125, externo, que cria uma pequena corrente d'água favorecendo o animal em seu processo de alimentação.

Contribuído por Fernando Daniel
Comentário

Tenho dois no meu aquário. Eles não atacam peixes. São pacificos, gostam de ficar em tocas ou de cabeça para baixo nos troncos. Muito interessante, com suas garras parecendo um leque onde ele pega os alimentos. Uma coisa muito interesante também é que eles trocam a casca, então não se assuste se ver uma casca no fundo do seu aquário, não pense que seu camarão morreu, ele apenas ficou maior!

Contribuído por Marçal André
Comentário

Eu adquiri um há pouco tempo e a adaptação dele no aqua não foi muito fácil, assim como de qualquer peixe. Porém, depois de adaptado, ele andava e nadava livremente por todo o aqua e inclusive fazendo visitas à superfície. Algo curioso é a sua alimentação, quando ele fica parado e mexe apenas algumas patas parecidas com pequenos filtros. O meu vive em um aqua de pH 6.8 e temperatura de 26°C. Uma criatura interessante de ter em um aqua.

Contribuído por Felipe Dias
Comentário

Tenho 1 deste em meu aquário de 100 L. Ele passa a maior parte do dia escondido dentro de um tronco, saindo apenas à tardinha e à noite. De vez em quando eu o vejo na parte da manhã logo quando acendo o luz do aqua, mas depois ele se esconde no tronco. É muito interessante vê-lo comer. Ele utiliza suas patas, que parecem ser mãos como membranas entre os dedos, catando o alimento que está na água e catando as pedrinhas da areia, botando na boca e cuspindo depois. Mantenho ele em pH 6.8-7.0 e ele me parece muito bem ambientado. Adaptou-se muito rápido quando eu o coloquei no aquário. É um invertebrado que ajuda na limpeza do aqua e na beleza também.

Contribuído por Alexandre Figueiredo
Comentário

Comprei uma faz quase um mês, e está se adaptando legal ao meu aquário de 65 L. Eu fiz uma toca pra ele, onde passa a maior parte do tempo, com seus filtros abertos coletando alimento da água. Uma coisa interessante que ninguem falou, é a forma de defesa. No lugar de pinças como a da lagosta vermelha, camarão pitu, etc, ele tem uma espécie de agulhão, que é usado para apoiar, se mover e para se defender. Pois se ele sentir-se incomodado ou intimidado por algum peixe, ele ataca ou se defende com essas agulhas, e se pegar no peixe, eu acho que machuca bastante. Ainda não aconteceu de pegar, pelo menos eu não vi.

Contribuído por Thiago Bazan
Comentário

Esse camarão negro é um invertebrado muito divertido e também é conhecido como lagosta filtradora. Tenho um em meu aqua de 110 L. Ele vive me dando sustos, muitas vezes parece morto, mas não está. Eles são realmente interessantes. O pH ideal para eles é levemente alcalino. Podem ser também neutro, eles só possuem problemas em pH ácido. Se a sua ficar quieta, não se assuste, ela provavelmente estará mexendo os bracinhos da frente. Elas só caminham em aquários quando ficam solitárias, normalmente são tímidas quando existem outros prixes no aquário, e procuram se esconder. Eu aconselho vocês a comprarem uma. ;)

Contribuído por Giovani Bageston
Comentário

Já tive um exemplar deste há muito tempo atrás. Ele viveu por dois anos fazendo várias trocas de pele. Recentemente adquiri quatro exemplares e foi quando eu descobri que eles eram mais sensíveis do que eu esperava. Coloquei-os no aquário e no dia seguinte três dos quatro haviam morrido. Descobri que são muito sensíveis a temperatura. O ideal é trabalhar entre 24 e 28°C no máximo. A convivência deles com os outros peixes do aquário é pacífica e a forma como se alimentam é curiosíssima. Como não têm garras, suas patas contém fibras que se abrem como um leque a fim de filtrar a água pegando pequenas partículas e levando-as à boca. É uma boa opção para aquários e uma diversão para adultos e crianças.

Contribuído por Christian von Adamovich
Comentário

Olá amigos, gostaria de deixar aqui minha experiência com o Atyopsis gabonensis. Tenho um exemplar desse, há aproximadamente 2 meses. É um animal pacífico, que adora dar umas passeadas à noite. Adora ficar escondido na toca dele, debaixo de um tronco, às vezes de cabeça pra baixo, o que dá a impressão que está morto. Ele é muito, mas muito desajeitado para andar no aquário, arranca plantas, cai em cima de outros peixes, é bem desengonçado, mas não existe coisa mas divertida que assistir seus passeios noturnos. O meu está vivendo em uma temperatura de 30°C, com pH entre 6,6 e neutro e uma água com nitritos zero e amonia zero. O aquário é plantado, e nele tenho 2 acarás bandeiras e 8 paulistinhas. Para a limpeza do fundo, tenho 4 coridoras que dão conta do recado. Todos vivem em paz sem nenhum problema.

Contribuído por Hugo Lázaro Oliveira
Comentário

Montei meu cubo que fora planejado por muito tempo, só faltava um morador, o Camarão Negro (Atya gabonensis). Passei semanas até que o lojista recebesse exemplares. Comprei um lindo, todo negro, sem mancha alguma na carapaça. Fiquei muito feliz por ter completado meu aqua. Porém mau sabia eu que meu pesadelo estava começando. Na primeira semana ele ficou tranquilo no aqua, saia de sua toca debaixo de um tronco pra passear desjeitadamente, desenterrava plantas, mas até ai tudo normal. Até o belo dia que ele descobriu que poderia vasculhar a areia, de dentro da toca dele começou a despejar areia para fora, cada vez mais. Não satisfeito, chegou no substrato e fez o mesmo turvando a água e causando o caos no aqua (tudo isso ele fez numa noite, descobri quando acordei). Não desisti do pobre não, afinal esperei tanto por ele. Remontei o aqua, ampliei a toca pra ver se resolvia o problema, passado alguns dias olha o estrago novamente. Pesquisei pra saber desse costume diferente dele e nada. Não teve jeito, perdi a briga, após 4 remontagens do aqua em menos de 2 meses, devolvi o bichinho na loja, para a surpresa de todos que nunca ouviram falar de um camarão negro cavador. Realmente até agora acho que fui o único felizardo

Contribuído por Joel Lustosa
Comentário

Este maravilhoso camarão, também conhecido como lagosta filtradora, agora está impossível de voltar a habitar os nossos aquários no Brasil. Estou montando um pequeno aqua com prioridade para os camarões porém este, fiquei sabendo, está com a comercialização proibida pelo Ibama no Brasil. Infelizmente estes bichinhos estão sofrendo muito com as agressões aos seus ecossistemas e precisam ser protegidos para que não desapareçam de vez. Espero que um dia possamos voltar a tê-los nos aqua pois são fantásticos.

Contribuído por Christian von Adamovich

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!




oF <=> oC in <=> cm G <=> L