Peixes Ornamentais em Aquário

Pterophyllum scalare
Acará Bandeira

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Acará Bandeira - Pterophyllum scalare

Fotos & Comentários

angel21.jpg (21kb)
Photo Credit: Susan Ross
Comentário

Tenho um aquário há cerca de sete anos, e sempre mantive alguns Bandeiras. Atualmente possuo três exemplares, um Ouro e um Marmorato, ambos pequenos, e um médio, de coloração e porte natural. O ideal é ter sempre mais que dois no aquário, pois eu noto que apenas um se sente muito solitário, e quando ponho dois, um tenta dominar o outro. São peixes majestosos, que possuem um espírito muito calmo. Daí não se darem bem com peixes menores, que geralmente são mais rápidos e ativos. Eles acabam por perder a paciêcia e começam a implicar com os "rapidinhos". Na verdade, posso dizer que os Bandeiras tem uma personalidade forte, um tanto sistemática. Na alimentação, a exemplo dos Discos, podem sofrer de "manha", passando a rejeitar o alimento oferecido. Geralmente um jejum de 2 dias costuma resolver. Por isso procure adquirir exemplares jovens (3 a 4 cm), e acostume-os a comer de tudo. Outro fator importante, no meu ponto de vista, é manter uma temperatura elevada, de 26ºC a 30ºC. É claro que isso vai depender dos outros habitantes do aquário (o peixe Japonês, por exemplo, não suporta mais que 28ºC), mas, em todo caso, não deixe menor que 23ºC. Acho que todas as pessoas devem experimentar criar o Acará Bandeira. Com certeza ele dará um um ar majestoso ao seu aquário.

Contribuído por Tiago Gebrim
Comentário

Possuo 4 exemplares. São ótimos peixes e também muito inteligentes, conseguem reconhecer o próprio dono. Eu tenho 2 Acarás Bandeira Ouro, e 2 Acarás Bandeira Marmorato. Estes últimos são mais bravos e já deram uma cria belíssima, que eu coloquei em outro aquário. Comem basicamente rações em flocos, mas adoram mesmo o Tetra Discus e também gostam de artêmias. Aconselho adquirir exemplares filhotes pois se adaptam mais facilmente ao aquário.

Contribuído por Mauricio Jr.
Comentário

São ótimos peixes para quem está iniciando na criação de ciclídeos, se reproduzem facilmente e são relativamente pacíficos. É nessesario manter em cardume de no mínimo 5 exemplares, em aquarios de no mínimo 150 L, para um total desenvolvimento. É tambem nessesária uma dieta rica em alimento vivo, pois o alimento industrializado não proporciona um bom desenvolvimento para essa especie. Uma boa idéia é manter preferencialmente em aquários semi-biótopos, de água negra.

Contribuído por Uerá Chechia do Couto
Comentário

Preferem cardume, e podem agredir novos exemplares no tanque, dependendo do exemplar, não da espécie, como observei. A fêmea possui o ventre volumoso sempre, pois abriga os óvulos. O macho tem um calombo muito sutil, acima da linha dos olhos. Gostam de aquas grandes para locomoverem seus véus e bandeiras. Podem se adaptar a aquas vazios e desertos, mas isso seria desumano.

Contribuído por Suny Watanabe
Comentário

Crio acará bandeira há anos. Comecei com um casal de bicolores que ainda hoje se reproduzem quase que mensalmente apesar de terem sempre vivido num aquário pequeno demais, apenas 45 litros, junto com 4 coridoras. Nunca ouve nenhum tipo de hostilidade entre os peixes, quando os acarás depositam os ovos no vidro, dão uns chega-pra-lá nas coridoras, mas não as machucam, nem chegam a encostar, dão apenas uma corridinha. Em aquários seguintes (200 litros cada um) bem plantados, dei preferência a acará bandeira albino koi véu, e bandeira palhaço koi véu. Coloco 4 em cada aquário, junto com cardumes de coridoras albinas. Todos se dão muito bem, e nunca adoecem, são bem resistentes. Todos meus aquários têm um pH em torno de 6.0-6.2.

Contribuído por Caio Meinwelt
Comentário

Possuo 2 exemplares desses belos peixes no meu aquário. Um Bandeira albino e um véu negro. O albino é um pouco maior que o véu e por isso é muito mais voraz na hora de comer. São peixes realmente especiais e inteligentes, pois na hora da alimentação, eu prendo a ração nos meus dedos e eles comem na minha mão. Muito dóceis, são bastante assustados. Qualquer movimentação mais brusca perto do aquário e já se escondem nos troncos. Gostam de pH ácido e água em torno de 27°C. Convivem perfeitamente com as minhas corydoras. São peixes que recomendo para quem quer beleza no seu aquário.

Contribuído por Gerson do Amaral
Comentário

Identificando o macho e a fêmea: O macho costuma ter uma protuberância parecida com um galo na cabeça, são mais fortes e robustos. Um casal se forma, com a aquisição de pelo menos dez espécimes, aceita a escolha, estão prontos para a reprodução. As desovas ocorrem entre sete e quinze dias, sucessivamente. Quanto mais trocas de água parciais, menor o tempo para a desova. Os casais chegam a desovar a cada sete dias, dependendo da qualidade da água (mole), e trocas parciais. Quando desovam, os Acarás ficam agressivos protegendo a prole, e ventilando os ovos. Depois da desova, os alevinos costumam mexer os rabinhos em 24 horas. Após o periodo de "mexer os rabinhos", os pais trocam os pré alevinos de lugar. Este perído corresponde a 36 horas. Aí ocorre o nado livre, e o maior perigo. Nesta fase, qualquer stress provoca a aniquilação dos alevinos. Os pais comem tudo. A forma mais exitosa de manter os alevinos é retirá-los assim que começa o nado livre, sugando com uma mangueira, diretamente para um aquário pequeno (40 litros), com água da origem, mantendo os mesmos parâmetros. Fornecer bastante (bastante mesmo, pelo menos umas vinte gotas) artêmia líquida (ovos sem casca) nos dois ou três primeiros dias, duas vezes ao dia. Gema de ovo cozido também ajuda. Faça trocas parciais (10%) usando água do aquário de origem. Após este período, continuar a alimentação com artêmias recém eclodidas, até os 20 dias após o nado livre, momento em que já estão aptos a receber ração bem moída (Tetra Min, Color Bits, ou Sera Micron). Se possivel, fornecer alternadamente artêmias recém eclodidas, pois proporcionam um crescimento rápido dos alevinos.

Contribuído por Glaicon

Estas páginas contêm comentários suficientes para dar uma idéia básica no assunto. Comentários adicionais são muito bem vindos (pelo formulário de contato do site) desde que acrescentem algo novo e/ou avançado ainda não contido nos existentes.



 Páginas:  1  | 2  | 3 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L