Peixes Ornamentais em Aquário

Pterophyllum scalare
Acará Bandeira

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Acará Bandeira - Pterophyllum scalare

Fotos & Comentários

angel2.jpg (20kb)
Pterophyllum scalare "Mármore Véu"
Fotografia: Marcos Avila
angel5.jpg (19kb)
Pterophyllum scalare "Ouro Véu"
Fotografia: Marcos Avila
Fotografia: Marcos Avila

Nome: Pterophyllum scalare
Comp AquapHTemp
Origem: Bacia Amazônica
15 cm 100 L 7.0 26°C

Comentário

O Acará Bandeira amazônico é um dos peixes mais populares de todos os tempos. É quase impossível encontrar um aquarista que não tenha mantido pelo menos um. A falta de coloração brilhante do Bandeira é compensada pelo seu exclusivo e lindo conjunto de barbatanas, e pela variedade de padrões que foram desenvolvidos ao longo de muitas décadas de cruzamento seletivo.

Contribuído por Marcos Avila
Comentário

O Acará Bandeira é um peixe que já está pronto para ser reproduzido quando atinge 12 meses de idade. É um peixe ovíparo. A preparação para a reprodução deve começar quando eles tiverem cerca de 6 meses de idade, quando devem ser colocados vários bandeiras (machos e fêmeas) num aquário e esperar. Depois de algum tempo terão se formado, naturalmente, alguns casais. Separe aquele que vai se reproduzir e coloque-o em um aquário próprio para reprodução (geralmente de 60x40x40), que não deve ter cascalho ou qualquer outro substrato. Para a colocação de ovos, os Bandeiras preferem folhas de plantas, entretanto, eles podem escolher outros lugares (vidro do aquário, cano de pvc...). Os pais devem ficar junto com os ovos e, posteriormente, junto com os filhotes. O sinal mais evidente de que o acasalamento está prestes a ocorrer é: o casal fica limpando uma determinada região. Nesta região os ovos serão colocados.

Contribuído por Pedro Ferreira
Comentário

Eu estou começando a criar alguns bandeiras agora e comprei cinco deles (um dourado, dois rajados de preto e prata como o da esquerda acima, um todo preto e um todo prata). Eles são peixes muito ativos e logo que chega alguém para observar o aquário eles se aproximam, parece até estar pedindo comida. Sempre que chega algum peixe novo no aquário eles estranham, mas basta dois dias e eles se acostumam. Dos meus o mais interessante é o todo prata, ele tem uma lista preta no olho e o resto do corpo é prateado, mas quando nos aproximamos do aquário ou damos comida aparece algumas listas pretas por todo o corpo.

Contribuído por André Lemos
Comentário

O Acará Bandeira é um peixe tranqüilo, mas se algum outro peixe quiser beliscar suas barbatanas ele fica nervoso e dá corrida nos peixes à sua volta. Ele se dá com vários peixes (paulistinhas, cascudos, mato grosso, ... ) e na hora da reprodução prefere liberar os seus ovos em folhas largas de plantas ou em cima de uma pedra grande e lisa, já que os ovos são grudentos e não se soltam facilmente do local onde foram depositados.

Contribuído por Alexandre Figueiredo
Comentário

Há cerca de oito meses, coloquei três acarás bandeiras de aprox. 7 cm no comunitário. Dois deles formaram casal, porém morreram dois e o que sobrou ficou até há pouco tempo comendo pouco, pálido e isolado dos demais habitantes. Já tinha desistido dele quando coloquei no aquário um belíssimo tronco de aroeira que ganhei de um fazendeiro amigo. Para minha surpresa o pobre coitado ganhou nova vida, ficando com suas listras pretinhas e aparentemente super feliz, e já estou procurando outros tão belos quanto ele (o acará mais lindo que já vi) e formar um novo cardume, e de presente para ele estou providenciando um tanque de 250 litros.

Contribuído por Luiz Carlos Corrêa
Comentário

Tenho num aquário comunitário (100x40x30), 2 casais de acarás-bandeiras, que dividiram entre eles o aquário em duas partes. Eles provocam-se mutuamente,mas sem nunca invadirem o territorio do outro casal! Um desses casais desovou 2 vezes em 10 dias. A primeira numa planta de folhas largas, cuja folha retirei para um aquário à parte (com a mesma agua, e sem que os ovos entrassem em contacto com o ar), tendo conseguido que sobrevivessem cerca de 40 escalares! A segunda desova, numa grande pedra, deixei que os pais guardassem os ovos, mas apesar do seu esforço, acabou por não sobreviver nenhum! A diferença entre os sexos, ao contrário do que sempre me disseram, é bastante fácil nos meus peixes. Nas fêmeas, a cabeça forma uma linha recta, enquanto os machos possuem uma ligeira curva até os olhos!

Contribuído por David Andrade



 Páginas:  1  | 2  | 3 

oF <=> oC in <=> cm G <=> L