Peixes Ornamentais em Aquário

Peckoltia sabaji
Cascudo Tigre de Bola, Cascudo Pará, Cascudo Sabaji, L075, L124, L301, LDA02

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Cascudo Tigre de Bola (L075) - Peckoltia sabaji

Fotos & Comentários

Peckoltia_sabaji_2.jpg (32kb)
Fotografia: Bruno Silva

Nome: Peckoltia sabaji
Comp AquapHTemp
Origem: Norte da Bacia Amazônica
25 cm 200 L 6.8 25°C

Comentário

Cascudo originário do Norte do Amazonas e das Guyanas. Pesquisei bastante e não encontrei muita informação sobre esta espécie, deduzi que ela não seja muito difundida. Então vou falar da minha experiência. Comprei ainda filhote uns 4 cm, na foto deve ter uns 18 cm. Tem um bonito alaranjado mesclado com cinza e bolas pretas bem definidas. Come tudo que aparece no fundo do aquário durante o dia, e á noite já o vi várias vezes comendo algas nas plantas e no vidro. Convive tranqüilamente com outros peixes de fundo, inclusive uma Peckoltia vittata, um panaque, um picota de ouro e dois leopardo cactus. Até hoje não vi nenhum tipo de agressão da parte dele.

Contribuído por Afonso
Comentário

O meu Tigre de bolas apresentou dois comportamentos distintos. Quando inserido no aquário mostrou-se oculto e só dava as caras no período noturno. Depois de cinco meses e bem maior, mostrou-se de hábitos diurnos, não mais se utilizava de tocas e de ótima convivência com os outros peixes de fundo como Coridoras, Bótias, Cascudos e Comedor de Alga Chinês. De colorido bonito e modos discretos.

Comentário

Tenho um cascudo desse junto com outros 6 cascudos de variedades diferentes. Embora meu aquário seja grande e com muitos troncos as brigas por território acontecem frequentemente, e quem leva a pior é quase sempre o tigre de bola. Talvez porque ele seja o menor, mas enfim, ele é bem cara de pau, quando jogo ração wells chips ele já vem correndo pra comer antes que os outros cascudos batam nele e o deixe sem comer. Na minha opinião é um dos cascudos mais simpáticos, claro que existem espécies fascinantes, mas cada uma tem seu encanto. Sem dúvida o tigre de bola bem ambientado fica com cores lindas que se destacam no aquário. Temperatura nunca inferior a 24°C e alimente com ração à base de madeira própria para cascudos. Nunca esqueça dos troncos, troncos sempre, cascudos sem tronco é o mesmo que cascudo sem saúde.

Contribuído por Rui Othon
Comentário

Possuo um exemplar dessa espécie junto com Peckoltia vittata, Peckoltia snethlageae, Acanthicus sp., Ancitrus cihorrus e Baryancistrus sp. Mesmo com muitos troncos no aquário disputam território constantemente com outras espécies. As disputas ficam ainda mais acirradas na hora da alimentação, mas sem maiores danos. São bastante ativos desde que se sintam seguros, para que fiquem com as cores vivas como os da foto providencie bastantes troncos, tocas e companhias adequadas para a espécie. Alimente com ração própria para peixes de fundo e procure não misturar com espécies de peixes mais rápidas, porque até sentirem o cheiro da ração um peixe mais esperto vai ter comido tudo e não sobrará nada pros seus cascudos. O meu tigre de bola é o penúltimo da hierarquia do aquário, atrás apenas de um acari-pepita de 5 cm (pra quem não sabe cascudos são territoriais entre eles) portanto tocas, tocas, tocas.

Contribuído por Rui Othon

 Submeter um Comentário 

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!

                                       

oF <=> oC in <=> cm G <=> L