Peixes Ornamentais em Aquário

Boraras maculatus
Rásbora Anã, Rasbora Pintada

 A Era de Aquários > Peixes de Aquário > Rásbora Anã - Boraras maculatus

Fotos & Comentários

Boraras_maculatus_2.jpg (14kb)
Fotografia: Alex Kawazaki

Nome: Boraras maculatus
Size AquapHTemp
Origin: Malásia, Sumatra, Indonésia
2.5 cm 40 L 6.5 25°C

Comentário

Oriundo das águas tropicais (26-28ºC), ácidas (pH 5.5-6.8), mole e lentas de lagoas, pântanos e diques do sudeste asiático (Indonésia, Penínsulas Malaia até Sumatra), tem uma espectativa média de vida por volta de 2 anos. Com seus 2,5 cm é considerado o menor dos Ciprinideos e está entre os 10 menores vertebrados. Normalmente é confundida com a Rasbora kalochroma, mas esta espécie é muito maior. Pela literatura, é um animal de fácil reprodução, necessitando estar em cardumes mínimos de 12 a 15 indivíduos. Os peixes desovam por entre as plantas, mas pela baixa aderência fatalmente os ovos acabam por se desprender, sendo aconselhável o uso de uma "grelha/tela" no fundo para que não sejam devorados pelos pais. Os alevinos, que eclodem em 24-36 horas, alimentam-se de infusórios nas primeiras semanas, até que gradualmente comecem a aceitar náupilos de artemias. A coloração padrão é de um bege levemente alaranjado, como uma mancha preta na lateral e mais 2 outras manchas próximas as bases das nadadeiras anal e caudal. O dimorfismo sexual é notado na época do acasalamento (normalmente no meio da primavera até meados do verão) quando as fêmeas apresentam-se "roliças", com o ventre bem dilatado. Os machos são ligeiramente menores e mais esbeltos. Nesta época os peixes apresentam-se mais coloridos, surgindo belos tons de vermelho-alaranjado, sendo que nos machos a coloração vermelha torna-se tão intensa que chega a ofuscar as manchas pretas das bases da nadadeiras anal a caudal, e surge uma pequena mancha vermelha na nadadeira anal. Tenho alimentado elas com rações esmigalhadas, náupilos de artêmias e artêmias jovens, tudo em tamanho suficiente para caber em suas diminutas bocas.

Contribuído por Alex Kawazaki
Comentário

Adquiri 7 exemplares que são a principal atração no meu nano plantado. Muito ativos, depois de um período de adaptação (cerca de duas semanas), os machos logo se distinguiram tomando uma coloração mais intensa e apresentando um nado mais agressivo. São vorazes e logo aparecem ao menor sinal de comida. As vezes vasculham o substrato atrás de algum floco de ração que tenha caido. Se refugiam com frequência em meio a vegetação, densa, em geral quando alguém se aproxima de forma brusca do aquário. São mais ativas pela manhã, enquanto as luzes do aquário estão desligadas.

Contribuído por Bruno Farneze

 Submeter um Comentário 

Tem alguma experiência para partilhar nesta página? Não precisa registrar-se para contribuir! Sua privacidade é respeitada: seu e-mail é publicado somente se quiser. Todas as submissões são revisadas antes da adição. Escreva sobre suas experiências pessoais, sem abreviações, sem linguagem de chat, usando pontuação e capitalização padrão. Pronto? Então envie seus comentários!

                                       

oF <=> oC in <=> cm G <=> L